Início > Mundo Cão > Impressões de um viajante…

Impressões de um viajante…

Captain Joseph Arruela & Team

Hoje em dia todo mundo viaja. Até pobre. Isso não é mais luxo, é suplício. Todos viram as mudanças radicais no nível de serviço das companhias áreas. A Gol trouxe ao Brasil o modelo low cost, low fare, o que é legal, mas agora todas são high cost, low service. Eu fico abismado com algumas bizarrices e situações em geral que vejo nos vôos, começando pelos comissários de bordo.

Na TAM, por exemplo, algum iluminado achou que o nome dos funcionários tinham que ser diferentes. O comissário é loiro, alto, bronzeado, e bichona. Seu nome real é, digamos, André. Nada de mais, porém seu crachá está escrito “Anhanguera Franklin”. O nome, além de bizarro, combina muito com o aspecto físico do comissário. Ainda é preciso ter paciência com aquele tumulto de zé arruelas que não acham o assento reservado. Porra, está escrito no ^%#^*#@ do bilhete “21F” e o cara senta na “3B”.

Se isso já não basta, começa o estranho Inglês de comissário de vôo. O chefe de equipe saca o microfone e, com toda pompa, inicia suas declarações com uma fluência excepcional: “Lêisen Jélmens…”. Se não entendeu, ele quis dizer “Ladies and Gentlemen”. Daí, tem tem sempre aquele comissário bichona que, com invejinha, pega o microfone depois e fala em Francês (mesmo que seja um vôo entre Uberlândia e Palmas).

Chega a hora do lanche. A comissária anuncia: “Teremos um delicioso sanduíche de pão de 25 grãos finamente selecionados, com queijos de leite de cabra montanhesa, finas fatias de lombo de javali e mix de folhas saudáveis.”. Você até baba na hora mas, quando recebe o lanche, vê que não passa de um pão careca com queijo prato, presunto e alface.

Nem vou falar do piloto quando assume o microfone e passa instruções extremamente importantes em pés, nós e graus Farenheit.

Por fim, você pousa. Ficam todos na expectativa do avião acoplar no finger do aeroporto. Tensão. Está parando. “Ca#$&#, minha mala está lá atrás e vai ser uma mer^#& pegar isso” – você pensa. Opa, parou! Os 125 passageiros então se levantam, ao mesmo tempo, já abrindo o compartimento de bagagem porrando a cabeça de quem ficar na frente. Ficam todos de pé, se amassando, esperando a porta abrir. Abre-se a porta. Começa a saída, mas alguém da 4F começa a andar no sentido contrário para pegar a mala que ficou na 18B.

Ufa! Fim de viagem, mas é só por enquanto. Tem a volta, que é no final do dia e é pior ainda. Você já entra no avião atrasado, pega o assento do meio entre dois gordos lendo jornal. O ar condicionado está fraco. O piloto então anuncia: “Senhoras e senhores, estamos apenas no aguardo de autorização da Torre para nosso procedimento de decolagem. Acredito que em cerca de aproximadamente uma média de algo entre 5 e 90 minutos nós estaremos seguindo viagem…”. Mais exato, e útil, impossível. Vem o Anhanguera Franklin e inicia seu “Lêisen Jélmens…”. And the world goes round…

Abraços por trás,

Ricardo Costa

Anúncios
Categorias:Mundo Cão
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: